Teste do Pezinho

O que é, como funciona e pra quê serve

Artigo publicado por Juliane Freitas nas categorias: Bebês

Como já foi dito, existe toda uma triagem neonatal, ou seja, uma série de exames que devem ser feitos logo após o nascimento do bebê para ter certeza de que tudo corre bem com ele como a Ecocardiografia Fetal, o Teste do Reflexo Vermelho e a Triagem auditiva Neonatal. O mais conhecido certamente é o Teste do Pezinho, mas nem todos sabem como funciona e porquê de ele ser feito. Aqui vão algumas dicas e informações.

O que é?

O Teste do Pezinho ou Triagem Neonatal é o exame do sangue do bebê para detectar possíveis doenças genéticas ou congênitas e que necessitarão de tratamento o mais rápido possível para evitar grandes sequelas.

Esse teste é obrigatório no Brasil inteiro por lei federal constante no Estatuto da Criança e do Adolescente para todos os recém-nascidos e deve ser realizado em até 7 dias após o nascimento, tanto na maternidade onde o bebê nasceu, quanto em laboratórios, e pode ser realizado gratuitamente.

O teste do pezinho é realizado com a coleta de sangue do calcanhar do bebê.

O teste do pezinho é realizado com a coleta de sangue do calcanhar do bebê.

Como é feito?

É feita uma picadinha no calcanhar do bebê para a coleta de sangue. Esse sangue é colhido num papel filtro e examinado em laboratório. A picada é feita no calcanhar porque essa região é rica em vasos sanguíneos e é quase indolor, mas geralmente os bebês choram por ser uma sensação completamente nova, já que nunca haviam sido picados antes.

O que pode ser detectado nesse teste?

Há vários tipos de triagem neonatal. O SUS oferece esse exame identificando até quatro doenças em duas fases. Na primeira:

  • Hipotireoidismo congênito: deficiência de hormônios produzidos pela tireoide;
  • Fenilcetonúria: problema no fígado que resulta na ausência de enzima fenilalanina. A ingestão de alimentos que contenham fenilalanina poderá causar a intoxicação do cérebro. Não tem cura.
A realização desse teste é essencial para o diagnóstico precoce de doenças e início imediato de tratamento para que seu filho cresça saudável.

A realização desse teste é essencial para o diagnóstico precoce de doenças e início imediato de tratamento para que seu filho cresça saudável.

Na segunda fase do teste:

  • Fibrose cística: doença hereditária que causa deficiências progressivas;
  • Anemia falciforme: hereditária, é uma má formação nas células hemácias que dificulta o transporte de oxigênio pelo sangue.

Uma fase ampliada e posterior do teste do pezinho possibilita identificar mais de 30 outras doenças, porém não está disponível na rede pública. Ainda assim, há uma variação de estado para estado na disponibilidade dos testes. Você pode verificar essa disponibilidade na região em que você mora consultando a Sociedade Brasileira de Triagem Neonatal e a APAE, uma das pioneiras na implantação desses exames.

Além dessas doenças, na triagem podem ser identificadas outras como: hiperplasia adrenal congênita, galactosemia, deficiência de biotinidase, toxoplasmose congênita, doença de chagas, sífilis, rubéola e AIDS.

Não deixe de falar com o pediatra e faça todos os testes necessários, tudo para que seu filho tenha uma vida melhor.

Não deixe de falar com o pediatra e faça todos os testes necessários, tudo para que seu filho tenha uma vida melhor.

Para saber qual é a melhor opção de teste, consulte um pediatra, pois ele levará em conta o histórico familiar, a gestação e maior ou menor incidência de doenças na região onde você mora, podendo assim indicar o mais adequado. Geralmente as maternidades levam no mínimo 48 horas para dar alta exatamente para realizar o teste do pezinho.

Algumas pessoas confundem o teste do pezinho com a impressão dos pezinhos com tinta nos documentos do bebê. Lembre-se de que o exame do pezinho é com uma picada no calcanhar para coleta de sangue.

Os resultados podem demorar até um mês, mas a maioria das doenças que podem ser detectadas não apresentam sintomas enquanto seu filho ainda é recém-nascido; com o diagnóstico em mãos, o tratamento será mais facilmente adotado pra prevenir esses sintomas.

Teste do Pezinho


Comente!




*Campos obrigatórios