Dores nos Seios na Gravidez

Saiba por que ela ocorre e como diminuí-la

Artigo publicado por Juliane Freitas nas categorias: Gestação

A mudança nos seios é um dos primeiros sintomas da gravidez. Esse sintoma é bem parecido com o que se costuma sentir na TPM, e então vai se acentuando mais e mais. Os seios ficam sensíveis, maiores, doloridos, com as veias um pouco salientes ou aparentes e aréolas mais escuras. Ter esses sintomas durante a gravidez atrapalha bastante. Veja aqui qual o motivo deles e como atenuá-los.

Os seios ficam mais sensíveis durante a gestação por causa dos níveis de estrogênio e da progesterona.

Os seios ficam mais sensíveis durante a gestação por causa dos níveis de estrogênio e progesterona.

Sempre eles: os hormônios

Com o seu corpo se preparando para os meses de gravidez que estão por vir, é produzida uma quantidade muito maior de estrogênio e de progesterona. Esse aumento gera maior circulação de sangue nos seios, alterando seu tecido e deixando-os inchados, doloridos e muito mais sensíveis. É como o sintoma de uma TPM, porém em escala potencializada. Algumas mulheres chegam a se incomodar com o toque das roupas, de tanta sensibilidade. Isso tende a melhorar no segundo trimestre de gravidez, quando o corpo se acostuma com essa taxa de hormônios, mas os seios podem continuar sensíveis. Mas essas alterações são importantes para preparar seus seios para a amamentação.

Também não se preocupe se seus seios não crescerem, pois isso não está ligado ao sucesso na amamentação.

Geralmente o número do sutiã fica duas vezes maior na gravidez, principalmente se for sua primeira gravidez. Como a circulação aumenta, as veias tentem a aumentar ou ficar mais aparentes e os mamilos ficam maiores e mais escuros e podem surgir estrias.

Usar um sutiã mais adequado, como os feito para amamentação, pode aliviar a dor.

Usar um sutiã mais adequado, como os feito para amamentação, pode aliviar a dor.

Aquelas bolinhas que rodeiam o mamilo e que não eram aparentes antes da gravidez podem crescer um pouco, pois são, na verdade, um tipo de glândulas produtoras de gordura.

Também ocorre a produção de colostro mais ou menos a partir da 16ª semana de gestação. O colostro é uma espécie de “pré-leite” rico em proteínas que costuma vazar dos seios em algumas mulheres grávidas. A produção ou vazamento de colostro não está relacionada à quantidade de leite que você vai produzir ou à sua capacidade de amamentar.

Como diminuir os sintomas

Para começar, procure por sutiãs mais confortáveis. À medida que seus seios vão crescendo, você vai precisar encontrar números e modelos que melhor se adequam melhor a seu corpo, já que a circunferência do seu tórax aumenta também. Prefira tecidos mais naturais, como algodão. Você pode começar a procurar sutiãs próprios para amamentação, já que irá precisar deles de qualquer maneira, e tops para ginástica costumam ser uma boa opção por não possuírem ferrinhos ou qualquer coisa que possa pressionar seus seios fazendo a dor piorar.

Verifique a composição dos cosméticos que usa durante a gravidez.

Verifique a composição dos cosméticos que usa durante a gravidez.

Para ter certeza a respeito de cosméticos que você pode usar, converse com seu médico. Óleo de amêndoas pode ser utilizado; se você perceber alguma reação, interrompa o uso para observar se não foi o produto que a causou. Em produtos cosméticos em geral, você deve evitar produtos à base de ácido retinoico usado em cremes antirrugas, cânfora em cremes para pernas e pés, ureia acima de 3% em hidratantes e chumbo, muito usado em colorações.

Tomar sol na região dos seios também pode torná-los (e os mamilos) mais resistentes — sempre com filtro solar. No entanto, o calor pode agravar irritações embaixo dos seios ou entre eles, então procure refrescar-se.

Dores nos Seios na Gravidez


18 comentários

Comente!




*Campos obrigatórios