Obesidade Infantil

Conheça as causas e saiba como prevenir

Artigo publicado por Juliane Freitas nas categorias: Bebês

Crianças rechonchudas quase sempre foram vistas como mais saudáveis, com aquelas bochechas redondinhas e coradas, e isso até tem fundamento, já que crianças bem nutridas costumam ter menos infecções, por exemplo. No entanto, a obesidade infantil hoje é um problema sério, inclusive epidêmico em muitos lugares. Saiba como identificar os sinais e como prevenir.

obesidade-infantil

Sinais

É muito importante estar sempre atento à alimentação e ao comportamento das crianças quando se fala de obesidade ou sobre o risco dela. Observe as preferências dela e verifique se, ao invés de praticar atividades ao ar livre, ela prefere jogar videogames, ver televisão ou ficar no computador, por exemplo. Além disso, o mais importante é verificar os hábitos alimentares e notar se existe preferência por doces e alimentos gordurosos, se existe o constante hábito de frequentar restaurantes de fast food, entre outros.

Outro sinal se observa através da comparação de seu filho com outras crianças da idade dele pra tentar identificar sobrepeso, mas levando-se em conta o padrão familiar, pois um sobrepeso pode também desaparecer com o tempo, dependendo desse padrão, já que o corpo das crianças costuma mudar bastante até o fim da fase de crescimento.

Uma outra forma de identificar o risco de obesidade é através do Índice de Massa Corporal, que costuma ser aplicado em crianças a partir de dez anos, mas não precisa ser tido como definidor de diagnóstico. Se houver realmente um sobrepeso visível, o importante é conversar com um médico.

hábitos alimentares

Riscos

Os principais riscos da obesidade infantil se concentram na probabilidade de doenças futuras como colesterol alterado, diabetes, pressão alta, apneia do sono e redução da expectativa de vida. Outros problemas estão relacionados, como doenças respiratórias, dores articulares, inadequação às atividades físicas, além de problemas psicológicos como depressão.

Como Prevenir

  • Não ceda a todas as vontades da criança no que diz respeito à alimentação. É importante que existam limites para o consumo de doces e guloseimas;
  • Evite oferecer comida como prêmio, principalmente se for pra “comer toda a comida pra ganhar doce depois”. É importante que a criança não associe a comida saudável a algo ruim e a junk food a algo bom;
  • Da mesma forma, não o ameace com castigos pra que ela coma a comida. Ao invés disso, explique de maneira entusiasmada como ela vai ser forte e conseguir brincar mais se comer as coisas que precisa;
  • Procure fazer com que comer dentro de casa pareça tão interessante quanto comer fora ao invés de tornar as refeições em outros lugares um programa mais atrativo;
  • Tente variar as refeições em casa e torná-las divertidas para que todas as propriedades e benefícios de uma alimentação saudável estejam inclusos no que seu filho come no dia a dia e para que comer em casa seja atrativo;
  • Não adquira o hábito de fazer com seu filho pequenas refeições fora de hora, isso pode fazer a criança comer mais do que deveria além das 6 refeições diárias. Evite também as refeições feitas na frente da televisão ou do computador.
  • Se a criança nunca provou, tente fazê-la comer e explicar que ela não tem como não gostar de algo que nunca comeu;

obesidade_infantil

Essas foram algumas dicas para ajudar a controlar o excesso de peso da criança, e são práticas que irão ajudar muito refletindo no futuro saudável do seu filho.

Obesidade Infantil
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas

  (5,00 de 5 com base em 5 votos)

Loading...


Comente!




*Campos obrigatórios