Movimentos Fetais

Dicas sobre os movimentos do bebê na gravidez

Artigo publicado por Juliane Freitas nas categorias: Gestação

Certamente se conhece a euforia e expectativa por um primeiro momento em que se podem perceber nitidamente os amplamente conhecidos chutes e pontapés do bebê. Há quem diga que, no início, esses movimentos se comparem a leves borboletas na barriga; eventualmente eles se transformarão nas famosas joelhadas, acotoveladas e esticões.

Os movimentos fetais iniciam-se desde bem cedo

Os movimentos fetais iniciam-se desde bem cedo.

Quando começam?

Dificilmente uma mãe notará os primeiros movimentos do bebê, que ocorrem mais ou menos a partir da 10ª semana de gravidez. Isso é porque nesse estágio o feto ainda possui menos de 4 centímetros de comprimento e seus movimentos variam entre virar de um lado para outro, balançar as pernas ou braços e soluçar. Além disso, ele está completamente rodeado de líquido amniótico e a gestante pode facilmente confundir esse leve borbulhar causado por esses pequenos giros com gases.

gravida1

Conversar com seu bebê pode fazê-lo se movimentar.

Quando posso senti-los?

Até a 20ª semana de gestação, o bebê permanece num leve “virar para cá ou para lá”, flexiona suavemente o corpo, começa a bocejar e consegue até mover os olhos. A partir daí, a estrutura nervosa do feto já está formada e assim seus movimentos passam a ser mais perceptíveis, mais fortes e sincronizados, como os tão esperados chutes e os frequentes atos de espreguiçar-se.

Em torno de 25 semanas, o feto já pode ouvir, logo haverá aumento da frequência de seus movimentos, pois ele passará a reagir ao que acontece do lado de fora da barriga da mãe e ficará mais agitado durante o dia. Lá pras 30 semanas, os movimentos tornam-se menos bruscos, já que nesse estágio ele terá menos espaço dentro do útero, então a mãe passará a perceber com mais nitidez os grandes movimentos.

Por fim, por volta das 35 semanas, o bebê provavelmente estará com a cabecinha acomodada na bacia, preparando-se para nascer. A pressão na barriga pode aumentar por causa dessa posição, o que vai tornar mais difícil sentar-se ou flexionar os joelhos. Por outro lado, o estômago e pulmões da mãe ficarão mais “folgados” e será mais fácil respirar e comer.

Faça o acompanhamento com seu obstetra.

Faça o acompanhamento com seu obstetra.

Quanto devo sentir?

Não há expectativa de um número determinado de chutes a serem sentidos pela mãe, mas apesar de cada bebê possuir um ritmo de atividades, os médicos recomendam às gestantes que monitorem seus chutes e espreguiçadas, mais especialmente em mulheres com gravidez de risco, como é o caso de mulheres com hipertensão ou diabetes, porque a diminuição dos movimentos nesses casos pode ser sinal de má oxigenação.

Pode-se verificar o padrão de movimentos do bebê relaxando numa posição confortável (geralmente deitada de lado) e anotando a quantidade de movimentos percebidos numa determinada quantidade de tempo — o esperado é que seja sempre maior que dez num período de duas horas. Comer ou beber algo, principalmente que contenha açúcar, ou tocar uma música pode fazer com que o bebê fique mais ativo e facilite esse monitoramento.

Nas últimas semanas é normal haver diminuição desses movimentos pela falta de espaço, mas pode-se procurar o obstetra em caso de preocupação ou se tiver havido alguma alteração no padrão de atividade do bebê.

Movimentos Fetais
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas

  (4,57 de 5 com base em 7 votos)

Loading...


3 comentários

  1. jacqueline siqueira

    Eu. Nome jacqueline. Nao comsigo engravida. Pq

  2. lindaines silva

    estou com 14 semanas sinto tremidas na barriga sera q e meu bebe mexendo?

  3. Raí

    eu to tomando remédio pra dormir faz mal ao bebê estou com 16 semanas.. Pode prejudicar o meu bebê…?

Comente!




*Campos obrigatórios