Introduzindo Novos Alimentos para o Bebê

Saiba quando e como mudar a dieta do bebê

Artigo publicado por Juliane Freitas nas categorias: Bebês

Saber quando começar a introduzir outros alimentos à dieta do bebê que ainda mama continua a ser uma espécie de dilema pras mães de primeira viagem. Há muitas perguntas sobre o que o bebê pode ou não comer, como e pode temperar a comida e quando se deve fazer essa mudança. Veja neste post por onde começar.

É imprescindível cuidar bem da alimentação do bebê.

É imprescindível cuidar bem da alimentação do bebê.

Quando posso introduzir novos alimentos?

Geralmente, é por volta dos 6 ou 9 meses que o bebê não se contenta mais só com o leite e precisa de mais nutrientes para se desenvolver bem. Nessa época o sistema digestivo do bebê já está mais maduro e apto a receber outros tipos de alimento e organismo dele já está mais resistente para testar novas possibilidades. Nem por isso o leite materno deixa de ser importante para o bebê, e a Organização Mundial de Saúde orienta que se amamente o filho até os dois anos de idade.

Algumas maneiras que podem te ajudar a verificar se seu filho está pronto é observar se ele já possui o dobro do peso com o qual nasceu, se adquiriu curiosidade pelo que você come, já tem o controle da cabecinha para mantê-la erguida ou já consegue se sentar bem quando apoiado, já perdeu o costume de colocar a língua pra fora o tempo todo e já faz movimentos de mastigação. Converse com o pediatra do seu filho a respeito desses novos alimentos e ele poderá dar dicas.

Como os alimentos são completamente novos pro bebê, é normal que ele resista no início.

Como os alimentos são completamente novos pro bebê, é normal que ele resista no início.

Como eu faço isso?

Aos poucos, introduza um alimento de cada vez. Ir devagar é importante pra deixar o bebê ir se acostumando e pra observar se ele não tem nenhuma alergia a algum alimento. A partir dos 4 meses, você pode começar a dar frutas em forma de suco ou papinhas pela manhã depois da primeira mamada. Prefira frutas doces porque não é bom colocar açúcar e evite frutas ácidas como laranja ou abacaxi. No fim da tarde, experimente dar: banana amassada, papinha de mamão ou alguma fruta como pera ou maçã raspada. É provável que ele rejeite de início, mas é importante tentar várias vezes.

O paladar dos adultos é diferente e já está condicionado, lembre-se disso quando tiver a impressão de que a papinha está "sem gosto".

O paladar dos adultos é diferente e já está condicionado, lembre-se disso quando tiver a impressão de que a papinha está “sem gosto”.

Papinhas devem ser introduzidas após os 6 meses de idade. Elas são boas pra suprir as necessidades do organismo do bebê, que está na importante fase de crescimento. Assim como as frutas, pode ser um pouco difícil para ele aceitar, então será necessária muita insistência e paciência porque, se há algo que bebê sabem fazer, é cuspir. Prefira peneirar ao invés de bater no liquidificador para estimular a mastigação e não adicione sal de início, mas quando usar, use o mínimo, pois o excesso pode causar danos aos rins do bebê e lembre-se de que para adultos quase sempre vai parecer que está sem sal. Comece servindo as papinhas no horário normal do almoço. Você tem várias opções que incluem: caldo de carne, frango, abóbora, batata, couve, cenoura, mandioquinha, beterraba, chuchu, entre várias outras.

Lembre-se

  • Não se deve dar mel para crianças de até 1 ano por causa do risco de botulismo.
  • Como já dito, evite colocar sal na comida do bebê o máximo que você puder para não prejudicar os rins.
  • Se o seu bebê recusar a comida, é por estar acostumado com o leite, seu sabor e consistência, então persista, pois a boa alimentação dele é essencial.
Introduzindo Novos Alimentos para o Bebê
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas

  (4,92 de 5 com base em 13 votos)

Loading...


Comente!




*Campos obrigatórios