Cafeína na Gestação: Pode ou Não?

Descubra se tomar café na gestação pode trazer riscos

Artigo publicado por Juliane Freitas nas categorias: Dúvidas, Gestação

A cafeína é uma das substâncias mais consumidas pela população mundial, e esse consumo já foi apontado em uma série de estudos de maneira controversa como benéfico ou maléfico, dependendo da quantidade. Ela está presente não só no café, mas chás, refrigerantes, chocolates e medicamentos como analgésicos, o que também é consumido por gestantes.

café na gestação

Estou grávida. Preciso parar de ingerir cafeína?

Não. Ainda não existe nenhum fato científico que comprove que a cafeína seja prejudicial durante a gestação, nem para o feto, nem para a gestante. No fim das contas, o melhor é que não se abuse da substância e se diminua o consumo.

De acordo com alguns estudos, o recomendável é um limite de até 200mg de cafeína por dia, o que seria equivalente a mais ou menos duas xícaras de café. No entanto, como já citado, a cafeína está presente em outros alimentos e em medicamentos, então esse limite é adaptável de acordo com o que você costuma consumir.

A questão é que, de acordo com os mesmos estudos, consumir 200mg ou mais de cafeína dobra o risco de um aborto espontâneo, então é necessário tomar cuidado se você tem o hábito de tomar muito café.

grávida com xícara de café

Que efeitos a cafeína provoca?

A cafeína é um estimulante. Ela acelera o metabolismo e aumenta a frequência cardíaca, o que consequentemente vai afetar o bebê, porque ele vai sentir quando seu corpo muda ou reage a algo. É claro que um aumento da frequência cardíaca após uma xícara de café é diferente do que ocorre depois de uma corrida, por exemplo, mas esse tipo de estímulo constante (o provocado pela cafeína) pode não ser necessariamente saudável para o feto. Além disso, ingerir muita cafeína pode provocar insônia e a abstinência dela, pra quem está acostumado a beber café o tempo inteiro, pode causar dores de cabeça, o que pode te perturbar e, consequentemente, perturbar o bebê também.

Cafeína em grandes quantidades também possui efeito diurético, o que significa que você vai precisar ir muito mais ao banheiro, principalmente porque agora que o seu útero está crescendo e pressionando sua bexiga.

Um outro ponto é que a cafeína pode atrapalhar a absorção de ferro do seu corpo se consumida logo antes, durante ou logo após as refeições, e ter baixa absorção de ferro pode levar a uma anemia, o que será muito prejudicial tanto pra você quanto para o feto.

Se você está muito acostumada a beber café ou ingerir bebidas ou alimentos que possuem cafeína em sua constituição, tente diminuir essas porções e evitar hábitos que te levem a ingeri-los, como aquela pequena pausa que você costumava fazer no serviço na cafeteria — tente escolher outro lugar, por exemplo.

O que contém cafeína além do café?

A quantidade de cafeína pode variar de acordo com cada bebida ou alimento. Se você quiser manter um controle sobre a cafeína que ingere, observe a tabela abaixo.

tabela

E se eu quiser parar de ingerir cafeína, como faço?

É provável que os sintomas da gravidez já te ajudem com isso: algumas mulheres que amam café acabam tendo náuseas só de sentir o cheiro quando estão grávidas. Se isso não aconteceu com você, você pode tentar:

grávida com xícara de café2

  • Faça um café mais fraco (com menos pó) ou use o solúvel, que tem menos cafeína;
  • Troque o chá preto pelo de ervas — se você não gosta de chá de ervas, tente deixar o saquinho de chá preto menos tempo na água quente;
  • Carregue uma garrafa com água pra você poder beber quando sentir vontade de beber café;
  • Se está acostumada a beber refrigerantes com cafeína, experimente trocar por água com gás.

Certifique de não fazer um corte brusco na cafeína se você está acostumada a ingeri-la constantemente, pois a abstinência pode te causar dores de cabeça, fraqueza e até tontura.

Cafeína na Gestação: Pode ou Não?
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas

  (4,14 de 5 com base em 35 votos)

Loading...


Comente!




*Campos obrigatórios